Um fim de semana em Edimburgo

Edimburgo é uma cidade compacta e fácil de ser explorada em pouco tempo. Por isso, vou colocar aqui uma sugestão de roteiro para conhecer os principais pontos turísticos da cidade em um fim de semana. Foi assim que eu fiz e acho que deu para ver o que de mais importante Edimburgo tem a oferecer, mas é claro, com mais tempo seria ainda melhor.

– SEXTA-FEIRA À NOITE:

Começar por Old Town é a melhor pedida. Andando pela Royal Mile e observando a arquitetura antiga dessa parte da cidade. Caminhe até o final, passando pelo Catedral de St. Gilles até chegar na frente do Castelo de Edimburgo.

???????????????????????????????

Na Royal Mile você encontra diversos restaurantes e pubs, além de lojinhas para já comprar os típicos souvenirs: kilts, copos de whisky, camisas, casacos e imãs. Tem de tudo!

Para os corajosos, sugiro fazer um Ghost Tour, como comentei nesse post aqui.

– SÁBADO:

Acho que começar o dia pela visita ao Castelo é legal, pois essa é o ponto mais famoso da cidade e, com certeza, renderá muitas horas de passeio. Vou fazer um post específico sobre o Castelo de Edimburgo, mas já adianto: não vá com pressa e aproveite bastante. Ingresso: £16.

castelo de edimburgo

Saindo de lá, pare no Scotch Whisky Experience. Esse é legal justamente para aqueles que vão ficar poucos dias e não terão a oportunidade de visitar uma destilaria nos arredores da cidade. Durante o passeio interativo é possível conhecer todo o processo de produção dos famosos whiskies escoceses e de quebra fazer uma pequena degustação. Ao final, como deve ser, uma imensa loja com todos os tipos da bebida. Já adianto que a parte mais legal está ao final: a coleção de mai de 3 mil garrafas de whiskies doada ao museu e que, detalhe! Pertencia a um brasileiro. Ingresso: £13,50 o tour tradicional, mas há outras opções para quem quiser ir mais a fundo na degustação e história da bebida.

???????????????????????????????

whisky

Mais adiante na mesma rua está a bela Catedral de St. Gilles. A entrada é gratuita e vale entrar para conferir. As igrejas no Reino Unido sempre carregam muita história e são lindas.

O Palácio de Holyrood é outro lugar interessante de visitar, pois serve de residência oficial da Rainha durante junho/julho, quando acontece o evento Holyrood Week. As primeiras construções datam do século XII como um mosteiro, mas o Palácio só começou a tomar forma mesmo no séc XV. Atenção para os lindos jardins, que dependendo da época do ano, podem estar bem floridos. Não deixe para fazer esse passeio muito tarde, pois fecha cedo, principalmente no inverno. Entradas custam £20

palace of holyrood

– DOMINGO:

Como eu estava em grupo e já com as atividades definidas, esse foi o dia de fazer um city tour de ônibus, mas vou colocar aqui os pontos que eu acho que valem mais a pena serem visitados.

Mudando um pouco de ares, vamos deixar Old Town e seguir para New Town. Começando pela Princess Street, é lá que está o comercio da cidade, com todas as grandes lojas. Então se quiser fazer algumas comprinhas (em libras, né, infelizmente) é esse o local.

Ali pertinho tem o Princess Street Garden, um jardim muito bonito e bem cuidado. No verão fica cheio de gente aproveitando o tempo mais ameno, e no inverno ele recebe uma decoração especial de Natal.

Se estiver em forma e com disposição, minha dica é subir os 287 degraus até o topo do Scott Monument e ter uma vista belíssima da cidade. A estrutura em estilo gótico é em homenagem ao famoso escritor escocês Sir Walter Scott. Ingresso: £4.

Lembro que esse foi o roteiro que eu fiz e a minha sugestão com os locais em que visitei. Sei que existem muitos outros lugares e outros estilos de passeio, basta procurar por aqueles que mais se ajustam ao seu perfil.

Anúncios